12.7 Glossário de novos vocábulos construídos pelas estudantes durante os encontros com a equipe de Protagonismo

  • Branquitude: conjunto de conceitos que já existem há bastante tempo e são usados para afirmar as pessoas brancas como superiores e/ou dignas de ocupar uma posição de poder em relação às demais. Isto reforça o privilégio das pessoas brancas e o racismo; e acentua os problemas sociais.
  • Desnaturalizar: adulterar a natureza de algo; mudar o pensamento de uma pessoa sobre algo ou algum comportamento que todos acham “normal” ou “natural”; fazer perder a naturalidade; - Gênero: conjunto de características de um grupo ou classe de indivíduos. Está associado à identidade de pessoas LGBT e outras pessoas também; não se limita ao sexo com o qual nascemos (gênero masculino ou feminino). Depende da identidade de gênero com a qual nos sentimos bem, nos identificamos e nos sentimos representados/as.
  • Matriz de dominação: modo como diferentes opressões (ex. racismo, machismo, LGBTfobia etc.) se articulam entre si e se desenvolvem dentro de uma sociedade ou grupo (organização social) para estruturar e reforçar o poder hegemônico (poder de um grupo/órgão sobre outro);
  • Patriarcal: (sentido religioso) pessoa (geralmente o homem) que exerce papel de liderança, papel autoritário sobre família ou exerce poder político; uma pessoa considerada respeitável;
  • Patriarcado: sistema social em que os homens mantêm o poder primário e predominam em funções de liderança política, autoridade moral, privilégio social e controle das propriedades. O pai ou figura paterna mantém sua autoridade sobre as mulheres e crianças.
  • Poder: depende do contexto do qual se fala; pode se referir a uma pessoa que tem facilidade para fazer ou realizar algo; está associado a poder político. Representatividade: representar algo, alguém, grupo ou partido; e se sentir representado por eles em diversos ontextos (filmes de TV, desenhos, espaços políticos etc.). Subalternos/ Grupos subalternizados: pessoa ou grupo com condição menos favorável ou precária que está sob as ordens de outras/os; é visto como sem importância ou que deve ser submisso/subordinado a outros/as.
  • Teoria racial crítica: teoria que discute o racismo e suas consequências ao tratar de raça/cor.
  • Universal: o sentido depende do contexto da frase. Pode ser algo sobre o qual todas as pessoas, sem distinção, têm acesso.
  • Homem universal: quando o homem (adulto, branco, heterossexual, cristão) é considerado dono de tudo ou superior aos demais. Suas atitudes e valores são usados como referência ou medida para julgar os demais.
  • Visão essencialista: características, atributos ou propriedades que permitem identificar algo e estão relacionadas à sua função.